Pesquisadores brasileiros publicam artigo sobre uso de Cannabis em pacientes com câncer

Um artigo científico de pesquisadores brasileiros do Hospital Sírio Libanês e da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo foi publicado no periódico internacional Frontiers em Oncology. O estudo destaca o potencial terapêutico da Cannabis para tratamento de condições clínicas decorrentes do câncer.

A realização da pesquisa se deu através de um estudo de caso com dois pacientes pós ressecção subtotal, ou seja, retirada parcial de tumor. Eles foram submetidos à quimiorradiação e, em seguida, à aplicação de procarbazina, lomustina e vincristina em associação com canabidiol (CBD). Os resultados do tratamento foram satisfatórios em ambos os casos, algo que reforça o benefício da planta na melhoria da qualidade de vida desse tipo de paciente.

O funcionamento do sistema endocanabinoide é um dos pontos centrais da pesquisa. Ele está diretamente ligado ao equilíbrio interno do corpo , a chamada homeostase.

A presença de receptores canabinoides nos órgãos humanos, inclusive, é o que explica a eficácia do uso da planta em várias enfermidades, como doenças neuro degenerativas, auto-imunes, no câncer, nas epilepsias e epilepsias refratárias, no autismo, nas doenças gastrointestinais, na ansiedade, nos distúrbios do sono, na depressão, na recuperação muscular em atletas, na cicatrização óssea relacionada à fraturas e osteoporose, e dores crônicas.

Assinam o artigo Paula B. Dall’Stella, Marcos F. L. Docema, Marcos V. C. Maldaun e Olavo Feher, do Departamento de Neuro Oncologia do Hospital Sírio Libanês e Carmen L. P. Lancellotti, do Departamento de Patologia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

Apesar dos efeitos positivos observados no estudo, os autores reforçam a necessidade da realização de mais pesquisas a respeito.

Operacional INDEOV